Igreja Batista da Concordia
TEOLOGIA
Cosmovisão

cosmovisao. Modo pelo qual a pessoa ve ou interpre- ta a realidade. A palavra alema e Weltanschau-ung, que significa um “mundo e uma visao de vida”, ou “um paradigma”. E a estrutura por meio da qual a pessoa entende os dados da vida. Uma cosmovisao influencia muito a maneira em que a pessoa ve Deus, origens, mal, natureza humana, valores e destino.

Ha sete visoes principais de mundo. Cada uma e singular. Com uma excecao, pantf.ismo/politeis.mo, nin- guem pode acreditar coerentemente em mais de uma cosmovisao, porque as premissas centrais sao mu- tuamente exclusivas (v. verdade, natureza da; pluralismo religioso; religioes ,mundiais e cristianismo).E claro que apenas uma cosmovisao pode ser verdadeira. As sete cosmovisoes principais sao: teismo, deismo, ateismo, panteismo, panenteismo, teismo finito e politeismo.

 

Analisando as visoes.

 

Teismo. Um Deus infinito e pessoal existe alem do e no universo. 0 teismo diz que 0 universo fisico nao e tudo que existe. Ha um Deus infinito e pessoal alem do universo que 0 criou, que 0 sustenta e que age nele de forma sobrenatural. Esta transcendentalmente “em algum lugar distante” e imanentemente “aqui”. E a visao representada pelo judaismo tradicional, 0 cristianismo e 0 islamismo.

 

Deismo. Deus esta alem do universo, mas nao nele. 0 deismo e 0 teismo sem milagres. Diz que Deus e transcendente sobre 0 universo mas nao imanente nele, por certo nao sobrenaturalmente. Defende uma visao naturalista da operacao do mundo. Junto com 0 teismo, acredita que 0 originador do mundo e um Cri- ador. Deus fez 0 mundo, mas nao age nele. Ele “deu corda” na criacao e a deixa funcionar sozinha. Ao con- trario do panteismo, que nega a transcendencia de Deus, favorecendo a sua imanencia, 0 deismo nega a imanencia de Deus, favorecendo sua transcendencia. Francois-Marie Voltaire, Thomas Jefferson e Thomas Paine foram deistas.

Ateismo. Nao existe nenhum Deus alem do ou no universo. O ateismo afirma que 0 universo fisico e tudo que existe. Nao existe nenhum Deus em lugar algum, nem no universo nem alem dele. 0 universo ou cos- mos e tudo que existe e tudo que jamais existira. Tudo e materia. O universo e auto-suficiente. Alguns dos ateus mais famosos foram Karl Marx, Friedrich Nietzsche e Jean-Paul Sartre.

Panteismo. Deus eo Todo/Universo. Para 0 panteista, nao ha Criador transcendente alem do universo. O Cri- ador e a criacao sao duas maneiras de denotar uma realidade. Deus e 0 universo ou Todo, e 0 universo e Deus. Ha, em ultima analise, uma realidade, nao mui- tas diferentes. Tudo e mente. 0 panteismo e represen- tado por certas formas de hinduismo, zen-budismo e Ciencia Crista.

 

Panenteismo. Deus esta no universo, como a mente esta no corpo. O universo e 0 “corpo” de Deus. E seu polo real. Mas ha outro “polo” de Deus alem do uni- verso fisico. Ele tem potencial infinito de se transfor- mar. Essa visao e representada por Alfred North Whitehead, Charles Hartshorne e Shubert Ogden

 

Teismo Finito. Existe um Deus fmito alem do e no universo. O teismo finito e como 0 teismo, so que 0 deus alem do universo e ativo nele e limitado em natureza e poder. Como os deistas, os teistas finitos geralmente aceitam a criacao, mas negam a intervencao milagro- sa. Muitas vezes a incapacidade de Deus de derrotar 0 mal e dada como razao para crer que Deus e limitado em poder. John Stuart Mm., William James e Peter Bertocci defendem essa cosmovisao.

 

Politeismo. Muitos deuses existem alem do mundo e nele. O politeismo e a crenca em muitos deuses finitos, que influenciam 0 mundo. Seus defensores negam que qualquer Deus infinito esteja alem do mundo. Afirmam que os deuses sao ativos, geralmen- te acreditando que cada um tem seu proprio domi- nio. Quando um deus finito e considerado chefe so- bre outros, a religiao e chamada de henoteismo. Os principais representantes do politeismo incluem os gregos antigos, os mormons e os neopagaos (e. g. adeptos da wicca).

 

Importancia de uma cosmovisao. Cosmovisoes influenciam 0 significado pessoal e os valores, a ma- neira em que as pessoas agem e pensam. A pergunta mais importante a que uma cosmovisao responde e: “De onde viemos?”.A resposta a essa pergunta e crucial para 0 modo pelo qual as outras perguntas sao res- pondidas. 0 teismo declara que Deus nos criou. A cri- acao foi do nada, ex nihilo. 0 ateismo acredita que evo- luimos por acaso. 0 ateismo defende a criacao a partir da materia, ex materia. 0 panteismo afirma que ema- namos de Deus como raios do sol ou fagulhas do fogo. A criacao e a partir do proprio Deus, ex Deo (v. cria- cAo, visoes da). Os outros usam alguma forma dessas explicacoes, com ligeiras diferencas.

Essa ideia influenciaria a visao sobre a morte, por exemplo. 0 teista acredita na imortalidade pessoal; 0 ateu geralmente nao. Para o teista, a morte e 0 co- meco, para 0 ateu um termino da existencia. Para 0 panteista, a morte e 0 fim de uma vida e 0 comeco de outra, levando a uma eventual uniao com Deus.

Os teistas acreditam que foram criados por Deus com 0 proposito de ter comunhao eternamente com ele e adora-lo. Os panteistas acreditam que perdere- mos toda identidade individual em Deus. Os ateus ge- ralmente veem a imortalidade como a continuacao da especie. Vivemos nas memorias (por certo tempo) e na influencia que temos sobre as geracoes futuras.

Obviamente, 0 que a pessoa acredita sobre 0 fu- turo influenciara como ela vive agora. Xo teismo classico,“so vivemos na terra uma vez” (cf. Hb 9.27), portanto a vida assume uma certa sobriedade e ur- gencia que nao teria para alguem que acredita em reencarnacao. A urgencia e em lidar com 0 carma para a proxima vida ser melhor. Mas sempre ha mais oportunidades nas vidas futuras de tentar no- vamente. Para 0 ateu, 0 velho comercial de cerveja resume tudo: Temos de “viver pra valer, porque so vivemos uma vez”.

Um ato virtuoso recebe significados diferentes das diversas visoes de mundo. O teista ve um ato de compaixao como obrigacao absoluta imposta por Deus (v. moralidade, naiurlza absoluta da), que tem valor intrinseco independentemente das con- sequencias. O ateu ve a virtude como obrigacao auto-imposta que a raca humana colocou sobre seus membros. Um ato nao tem valor intrinseco alem do que lhe foi designado pela sociedade.

Tambem ha um abismo entre cosmovisoes com relacao a natureza dos valores. Para 0 teista, Deus do- tou certas coisas, a vida humana por exemplo, com valor supremo. E sagrada porque Deus a fez a sua ima- gem. Assim, ha obrigacoes divinas de respeitar a vida e proibicoes absolutas contra 0 assassinato. Para 0 ateu, a vida tem 0 valor que lhe foi atribuido pela raca hu- mana e suas diversas sociedades. E relativamente va- liosa, comparada com outras coisas. Geralmente 0 ateu acredita que um ato e bom se traz bons resultados e mau se nao traz. O cristao acredita que certos atos sao bons, nao importa quais seiam os resultados.

As diferencas em cosmovisoes podem ser resumi- das no diagrama seguinte. Em alguns casos as palavras representam apenas a forma dominante ou caracteris- tica da visao, nao a de todos que aceitam 0 sistema.

 

 

Resumo. A realidade e ou apenas 0 universo, ou apenas Deus, ou 0 universo e Deus(es). Se so existe 0 universo, 0 ateismo esta correto. Se so Deus existe, 0 panteismo esta correto. Se Deus e 0 universo existem, entao ou ha um Deus ou mui- tos deuses. Se ha apenas um Deus, esse Deus e ou finito ou infinito. Se ha um deus finito, 0 teismo finito esta correto, Se esse deus finito tem dois pólos (um alem do e um no mundo), 0 panenteismo esta correto. Se ha um Deus infinito, ou ha intervencao des- se Deus no universo ou nao ha. Se ha intervencao, 0 teismo e verdadeiro. Se nao ha, 0 deismo e verdadeiro.



5 Comentários

  • converse??? diz:
    05.08.2015 08:24
    http://conversetw.nicacan.org/ Comentário em análise!
  • ????? diz:
    14.07.2015 06:40
    http://aog.com.tw/twnb.php Comentário em análise!
  • asics outlet singapore diz:
    20.04.2015 07:14
    http://asicssingapore.mennosource.org/ Comentário em análise!
  • ugg mens boots diz:
    15.01.2015 05:19
    http://ugguk.discountsbootssale.co.uk/ Comentário em análise!
  • ADILSON diz:
    17.03.2014 02:38
    Belo Horizonte Comentário em análise!
Deixe seu comentário A IGREJA BATISTA DA CONCÓRDIA reserva-se o direito de não publicar comentários ofensivos, palavras indecorosas, links, propagandas e todo o conteúdo que venha a violar a política do site. O seu endereço de e-mail não será publicado.







Igreja Batista da Concórdia
Rua Tamboril, 515 | Concórdia
31110-640 | Belo Horizonte | MG
(31) 3442-3081 | contato@ibconcordia.org