Igreja Batista da Concordia
ISRAEL
PARASHÁ VAYIKRA (E CHAMOU)

PARASHÁ VAYIKRA (E CHAMOU)

15 de março de 2014 (5774)

VAYIKRA (Levítico) Lv 1: 1 a 6: 7

 

 

Resumo da Parashá

 

A septuaginta denomina este terceiro livro da Torá como Levítico.

Após a conclusão do tabernáculo, este livro vem descrever os rituais em detalhes de ofertas, holocaustos de vários tipos, e, também, procedimentos sacerdotais com relação aos vários tipos de pecados pelo povo e pelos próprios sacerdotes. Justifica-se assim o nome pelo qual também é conhecido: Torá HaCohanim ou seja, a Torá dos sacerdotes.

Nesta porção são descritas as leis do sacrifício que podem ser de animais, aves ou cereais.

Também são explicadas as diferentes formas de sacrifício distinguindo entre pecados cometidos sem querer e pecados cometidos de propósito.

 

Seis tipos de sacrifícios eram oferecidos no tabernáculo:

·   Olá: oferta consumida pelo fogo no altar (o animal era sacrificado e queimado como oferta de elevação, voluntária; um sacrifício de farinha de trigo e azeite, era parte queimada, e parte doada aos sacerdotes);

·   Minchá: oferta que demonstrava a lealdade; era uma oferta de farinha, normalmente levada, de pessoas mais pobres;

·   Zevach Shlamim: oferta de paz, oferecida ao Eterno em momentos de felicidade;

·   Chatat: oferta por certos pecados cometidos sem intenção por uma pessoa comum ou até mesmo pelo sumo-sacerdote;

·   Olé Veiored: um tipo especial de oferta por pecados que variavam de acordo com as posses das pessoas tais como: entrar no tabernáculo em estado de impureza, deixar de cumprir uma promessa, etc.; nesses casos, o pecador confessava publicamente sua má ação e depois podia efetuar o sacrifício;

·   Asham: oferta a ser paga por certos atos impróprios, tais como o uso não intencional de uma propriedade destinada a Deus ou a retenção de uma propriedade alheia obtida  por falso testemunho; nestes casos, a pessoa além de confessar sua culpa, deveria restaurar a propriedade ao seu legitimo dono acrescido de 20% do valor como multa, e só depois o sacrifício poderia ser efetuado (sacrifício por pecado por uma transgressão consciente).

 

Versículos de Destaque

 

 

Is 44: 1 -- “Agora, pois, ouve, ó Jacó, servo meu, ó Israel, a quem escolhi.

2 Assim diz o Senhor que te criou e te formou desde o ventre, e que te ajudará: Não temas, ó Jacó, servo meu, e tu, Jesurum (meu amado), a quem escolhi.

3 Porque derramarei água sobre o sedento, e correntes sobre a terra seca; derramarei o meu Espírito sobre a tua posteridade, e a minha bênção sobre a tua descendência”;

 

Is 44: 6 -- “Assim diz o Senhor, Rei de Israel, seu Redentor, o Senhor dos exércitos: Eu sou o primeiro, e eu sou o último, e fora de mim não há Deus”.

  

 

Aplicação da Parashá e Haftará Is 43: 21 a 44: 23

e textos do Novo testamento

 

 

 

Colossenses 2: 17 -- “porque tudo isso tem sido sombra das cousas que haviam de vir, porém o corpo é de Cristo”.

 

Hebreus 8: 5 -- “os quais servem àquilo que é figura e sombra das coisas celestiais, como Moisés foi divinamente avisado, quando estava para construir o tabernáculo; porque lhe foi dito: Olha, faze conforme o modelo que no monte se te mostrou”.

 

Hebreus 10: 1 -- Porque a lei, tendo a sombra dos bens futuros, e não a imagem exata das coisas, não pode nunca, pelos mesmos sacrifícios que continuamente se oferecem de ano em ano, aperfeiçoar os que se chegam a Deus”.

 

Já temos falado em parashás anteriores, que existem vários “tipos” na bíblia, que dizem respeito a personagens ou fatos pré dizendo algo que aconteceu, ou acontecerá, substituindo um pelo outro, a causa pelo efeito, ou ambos. Como também todos já sabem, nosso intuito é mostrar Yeshua na Torá.

Esta porção deixará isto bem claro quando da exposição ou apontamentos de que todos estes sacrifícios e ritos dizem respeito diretamente ao Cristo e Sua obra vicária. Por exemplo, o ato de se colocar as mãos sobre o animal ou ofertas, que dão o nome de “semichá”, transferindo assim a culpa do ofertante para o sacrifício, levando a oferta ou o sacrificado, a culpa do ofertante. É na verdade uma transferência de culpa. O Senhor Yeshua levou sobre si todas as nossas culpas e pagou toda a nossa dívida no Calvário; uma vez por todas. Quando oramos e falamos “em nome de Jesus Cristo”, ou “em nome de Yeshua HaMashiach”, estamos lançando sobre Ele a responsabilidade de nos apresentar diante dO Altíssimo, como intercessor por nós. De outra forma não poderíamos nos chegar a Deus. Em Jó 13: 14, lemos:Tomarei a minha carne entre os meus dentes, e porei a minha alma que está na palma da minha mão”. E ainda em Dt 34: 9: Ora, Josué, filho de Num, foi cheio do espírito de sabedoria, porquanto Moisés lhe tinha imposto as mãos; assim os filhos de Israel lhe obedeceram , e fizeram como o Senhor ordenara a Moisés”. Vários outros versículos são mencionados, como por exemplo O Senhor dava a vitória a Israel em alguma batalha, e era dito: ...e O Senhor os entregou em suas mãos..., querendo dizer que a alma daqueles lhes fora entregue. Esta transferência por imposição de mãos ainda é usada até os dias atuais.

 

Os versículos citados no começo da aplicação da parashá/haftará nos falam exatamente sobre todos estes ritos do passado, indicando que eram “sombras” do que haveria de vir de fato, o que aconteceu na vida do nosso Senhor conforme dele estava escrito na Torá e nos profetas. Tanto é assim que O Altíssimo permitiu que o templo fosse destruído, uma vez que não havia mais a necessidade da existência do mesmo. Como já explicado anteriormente também, O Senhor sempre quis fazer de nosso corpo o “Mishcán”, ou seja, o tabernáculo para Sua habitação eterna.

Assim sendo passamos a demonstrar estes “tipos” de Cristo.

A-) A oferta queimada: - tipifica Yeshua porque este se ofereceu sem pecado a Deus;

                                     - é expiatória porque Ele pagou por nós o que devíamos;

                                     - é substitutiva porque morreu em nosso lugar.

B-) O boi (ou novilho) tipifica Cristo como servo e sofredor paciente e obediente – substituindo-nos, pois somos desobedientes. (“Ele foi obediente até a morte e morte de cruz”).

C-) A ovelha ou cordeiro, substitutivo também (“e como ovelha muda não abriu a sua boca”).

D-) O cabrito, tipo do pecador (“Ele foi contado com os transgressores”, “foi feito pecado por nós”, “morreu fora do arraial”, “aquele que não conheceu pecado, Deus o fez pecado por nós” etc).

E-) A pomba e a rola, tipificam a inocência sofredora e substitutiva do pobre (“Ele se esvaziou da Sua glória para nos fazer ricos” etc).

Obs.: O próprio fogo também simboliza Cristo porque ele purifica, santifica e julga, sendo que isto ficará claro quando de Sua volta à Terra.

Confirmamos assim, que todo o Tanach (antigo Testamento) aponta para Yeshua.

 

 

Citamos o texto abaixo editado pela CJNews, que tem um grave alerta à nação judaica, e que corrobora com o que dissemos acima:

No texto da Haftará, retirado dos capítulos 43 e 44, o profeta Isaias mostra-nos como o povo de Israel distorceu o verdadeiro sentido dos sacrifícios e passou a atribuir-lhes um caráter pagão. Um ato que deveria se constituir em algo de efeito moral, construtivo, torna-se objeto de corrupção. Esse grave desvio de conduta é o principal motivo da destruição do Templo e do exílio do povo judeu. Penas graves, mas que não significam uma condenação irreversível. Recuperar os ideais básicos do judaísmo, contidos nos dez mandamentos é a mudança que Deus espera.

 

Bom, este é um ponto de vista humano por suas consequências, mas já dissemos o que verdadeiramente está por trás disto que os judeus ainda não compreendem, ou seja, que com a vinda do messias, estas coisas já se tornaram “sombras” do que é verdadeiro e eterno.

 

 

 

E o futuro de Israel, após serem todos crentes em Yeshua e cheios do Espírito Santo, será maravilhoso. Leia Joel 2: 28 a 32.

 

 

Um profundo e sincero SHALOM a todos!!!        

 

 

 

Autor: Sílvio Simões Maia



65 Comentários

  • Michael Kors Handbags diz:
    28.08.2015 04:32
    http://www.michael-kors-outlet.com.co/ Comentário em análise!
  • Nikemax diz:
    04.07.2015 12:39
    http://nikeairmai2.webs.com/ Comentário em análise!
  • Nikemax diz:
    04.07.2015 07:01
    http://nikeairmai2.webs.com/ Comentário em análise!
  • Nikeair diz:
    04.07.2015 05:45
    http://nikeairmai2.iconosites.com/ Comentário em análise!
  • Nikemax diz:
    03.07.2015 08:27
    http://nikeairmai2.webs.com/ Comentário em análise!
  • louis vuitton handbags prices diz:
    04.05.2015 01:54
    http://louisvuitton2014prices.org Comentário em análise!
  • prada blue shoes diz:
    20.04.2015 09:44
    http://bluepradas.com Comentário em análise!
  • ray ban sunglasses outlet diz:
    09.02.2015 06:08
    http://rb.outletonlinesalecc.com Comentário em análise!
  • louis vuitton outlet stores diz:
    30.01.2015 10:19
    http://www.louis--vuittonoutlet.us Comentário em análise!
  • coach factory diz:
    30.01.2015 06:12
    http://www.coachfactoryoutlet.net.co Comentário em análise!
Apresentar mais comentários
Deixe seu comentário A IGREJA BATISTA DA CONCÓRDIA reserva-se o direito de não publicar comentários ofensivos, palavras indecorosas, links, propagandas e todo o conteúdo que venha a violar a política do site. O seu endereço de e-mail não será publicado.







Igreja Batista da Concórdia
Rua Tamboril, 515 | Concórdia
31110-640 | Belo Horizonte | MG
(31) 3442-3081 | contato@ibconcordia.org