Igreja Batista da Concordia
ISRAEL
PARASHÁ PECUDÊ (ENUMERAÇÃO - CONTAS)

PARASHÁ PECUDÊ (ENUMERAÇÃO - CONTAS)

08 de março de 2014 (5774)

SHEMOT (Êxodo) Ex 38: 21 a 40: 38

 

Resumo da Parashá

 

·  Itamar, por ordem de Moisés, presta contas dos gastos com a construção do Tabernáculo. Moisés, pessoalmente, inspeciona e aprova a obra feita, vendo que tudo fora executado de acordo com as instruções recebidas do Senhor.

·  No segundo ano da saída do Egito, no primeiro dia do mês de Nissan, o Tabernáculo foi concluído conforme Deus ordenara que fizessem.

·  Uma nuvem cobria o Tabernáculo de dia, e à noite uma coluna de fogo ficava junto do arraial, e quando se movimentavam era a ordem para que o povo se movimentasse também, continuando a caminhada pelo deserto, indicando o caminho que deveriam seguir.

 

 

Versículos de Destaque

 

Ex 40: 38 --Porquanto a nuvem do Senhor estava de dia sobre o tabernáculo, e o fogo estava de noite sobre ele, perante os olhos de toda a casa de Israel, em todas as suas jornadas”.

 

 

Aplicação da Parashá e Haftará 1Rs 7: 51 a 8: 21

e textos do Novo testamento

 

 

Sem dúvida o ponto alto desta parashá é prestação de contas do que fora gasto na construção do Tabernáculo. O Eterno deixa claro que não gosta de desperdício. No Novo Testamento, após o Senhor Yeshua ter efetuado o milagre da multiplicação, Ele manda que se recolha o que sobejara.

Isto nos dá a lição de que não devemos ser irresponsáveis com o que O Senhor nos coloca nas mãos para administrarmos, ainda que pareça que temos muito sobrando. Seja nas coisas da casa de Deus como também no que diz respeito à natureza, somos responsáveis, pois desde o início O Eterno ordenara que o homem deveria cuidar da Terra (Gn 2: 15). Quando vemos pessoas jogando água potável fora, como lavando uma calçada simplesmente empurrando o lixo com o precioso líquido, nos lembramos de como isso nos torna irresponsáveis com relação à natureza.

A haftará nos descreve quase a mesma coisa com relação à construção do templo. Em 1 Rs 7: 51, Salomão recolhe à casa do tesouro o restante das preciosidades que sobrara.

 

MATEUS  14: 20 –Todos comeram e se fartaram; e dos pedaços que sobejaram levantaram doze cestos cheios”.

 

JOÃO  6: 13 –Recolheram-nos, pois e encheram doze cestos de pedaços dos cinco pães de cevada, que sobejaram aos que haviam comido”.

 

 

A tradição judaica descreve a entrega do meio Shekel por parte dos homens de vinte anos para cima, indicando que só há um inteiro quando todos participam. Quer dizer, precisamos uns dos outros para nos tornarmos um inteiro. Faz sentido, porque ninguém é uma ilha. A entrega de uma importância tão pequena, igual para todos, significa que ninguém é sem importância, pois todos fomos feitos pelo Altíssimo e Ele ama a todos igualmente.

 

 

 

  

E o futuro de Israel, após serem todos crentes em Yeshua e cheios do Espírito Santo, será maravilhoso. Leia Joel 2: 28 a 32.

 

 

Um profundo e sincero SHALOM a todos!!!        

 

 

 

Autor: Sílvio Simões Maia



1 Comentários

  • Cheap Gucci outlet diz:
    29.10.2014 09:20
    http://guccioutlet.shopperscans.com Comentário em análise!
Deixe seu comentário A IGREJA BATISTA DA CONCÓRDIA reserva-se o direito de não publicar comentários ofensivos, palavras indecorosas, links, propagandas e todo o conteúdo que venha a violar a política do site. O seu endereço de e-mail não será publicado.







Igreja Batista da Concórdia
Rua Tamboril, 515 | Concórdia
31110-640 | Belo Horizonte | MG
(31) 3442-3081 | contato@ibconcordia.org