Igreja Batista da Concordia
ISRAEL
PARASHÁ TERUMÁ (Oferta)

PARASHÁ TERUMÁ (Oferta)

08 de fevereiro de 2014 (5774)

 

SHEMOT (Êxodo) Ex 25: 1 a 27: 19

 

Antes de começar

  Esta é uma parashá de suma importância no contexto bíblico, pois marca uma ordem de Deus para construção de uma “casa” para que Ele pudesse se manifestar ao homem. Um local de encontro. Todos os templos que vieram a ser construídos posteriormente, sem dúvida alguma, partiram dessa ideia.

Mas o que Deus pretende, realmente, não é passear no meio dos homens apenas. SUA ideia principal é de habitar dentro dos nossos corações, como veremos no transcorrer da descrição desta parashá.

O tabernáculo (Mishcán) não foi construído para Deus, porque Ele não habita em casa feita por mãos humanas, mas fora construído para o homem, por ordem divina, como um referencial de ter de parar suas atividades e tirar um tempo para refletir e encontrar-se com Deus. Lendo o texto abaixo, fica evidente este pensamento no que tange às edificações construídas para a adoração em Israel, seja o tabernáculo, quanto o próprio templo erigido por Salomão:

I Reis 8: 27 a 30 – Mas, na verdade, habitaria Deus na terra? Eis que o céu, e até o céu dos céus, não te podem conter; quanto menos esta casa que edifiquei!

Contudo atende à oração de teu servo, e à sua súplica, ó Senhor meu Deus, para ouvires o clamor e a oração que o teu servo hoje faz diante de ti; para que os teus olhos estejam abertos noite e dia sobre esta casa, sobre este lugar, do qual disseste: O meu nome estará ali; para ouvires a oração que o teu servo fizer, voltado para este lugar. Ouve, pois, a súplica do teu servo, e do teu povo Israel, quando orarem voltados para este lugar. Sim, ouve tu do lugar da tua habitação no céu; ouve, e perdoa”.

 

Tanto o tabernáculo (Mishcán) quanto a Shechiná provêm da raiz Shachón (morar), por isto estão intimamente ligados.

 

Algumas analogias para melhor entendimento do texto da parashá:

Prata = redenção  

Bronze = julgamento  

Ouro = divindade 

Cor azul = origem celestial 

Cor púrpura = realeza

Cor escarlate ou carmesim = o sangue sacrificial derramado por nós

Ao final veremos facilmente que o tabernáculo e todos os seus utensílios apontam única e exclusivamente para a pessoa do Mashiach, nosso Senhor Yeshua. Glórias sejam dadas a ELE.

 

 

Resumo da Parashá

 

·  Deus pede ao povo de Israel que faça ofertas voluntárias (terumá) para a

   construção do Tabernáculo, para que “Deus pudesse viver entre eles”.

·  Instruções detalhadas para a construção da Arca,

·  da mesa com os pães da proposição,

·  da menorá, são dadas,

·  e os detalhes de como o tabernáculo deveria ser construído (laterais, cobertura,

   suporte ou bases etc.) e do mobiliário e utensílios que conteria, tanto internos

  quanto externos (cinzeiros, bacias, altar etc.).

 

 

Versículos de Destaque

 

Ex 25: 2 – “Fala aos filhos de Israel que me tragam uma oferta alçada; de todo homem cujo coração se mover voluntariamente, dele tomareis a minha oferta alçada”.

 

Deus ama quem oferta com alegria ( II Coríntios 9: 7).

 

Ex 25: 8 - “E me farão um santuário, para que  eu habite no meio deles”.

 

O Senhor quer habitar é no homem e não na tenda.

 

 

Aplicação da Parashá e Haftará 1 Rs 5: 12 a 6:13

e textos do Novo testamento

 

 

A haftará fala a respeito da construção do templo (Beit HaMikdash) por Salomão. Entre as duas construções passam-se em torno de 480 anos. Mas o importante que Deus chama a atenção é para o cumprimento pelo povo de Seus estatutos e ordenanças para serem abençoados e ouvidos.

Chamamos a atenção para a presença da glória do Senhor (Shechiná) aparecendo nos dois eventos, aceitando o trabalho executado e abençoando os feitos de Moisés e Salomão.

Lendo os textos abaixo, faremos uma conexão com algo que aconteceria no futuro, e nós, da igreja de Yeshua testificamos que já acontece. Certamente os judeus que não são messiânicos não entenderão; mas afirmamos que o desejo do Altíssimo, de morar em nós, se cumpre literalmente através do Ruach HaKodesh (Espírito Santo) que Yeshua nos deixou em Seu lugar. Se os judeus quiserem tentar entender, leiam o que o profeta Joel escreveu no capítulo dois, versículos vinte e oito a trinta e dois, comparando o ocorrido em Jerusalém, descrito no livro de Atos do Espírito Santo capítulo dois, versículos de um a quarenta e quatro. Ainda não é literalmente o que acontecerá no futuro a Israel; mas já é uma “avant premiére”.

 

ÊXODO  40: 34 e 35 – “Então a nuvem cobriu a tenda da revelação, e a glória do Senhor encheu o tabernáculo”; de maneira que Moisés não podia entrar na tenda da revelação, porquanto a nuvem repousava sobre ela, e a glória do Senhor enchia o tabernáculo”.

 

NÚMEROS  14: 21 – “tão certo, porém, como eu vivo, e como a glória do Senhor encherá toda a terra”.

 

II CRÔNICAS  7: 3 – “E todos os filhos de Israel, vendo descer o fogo, e a glória do Senhor sobre a casa, prostraram-se com o rosto em terra sobre o pavimento, adoraram ao Senhor e lhe deram graças, dizendo: Porque ele é bom; porque a sua benignidade dura para sempre”.

 

Isaías 40: 5 – “A glória do Senhor se revelará; e toda a carne juntamente a verá; pois a boca do Senhor o disse”.

 

ISAÍAS  60: 1 - “Levanta-te, resplandece, porque é chegada a tua luz, e é nascida sobre ti a glória do Senhor”.

 

HABACUQUE  2: 14 –Pois a terra se encherá do conhecimento da glória do Senhor, como as águas cobrem o mar”.

 

LUCAS  2: 9 – “E um anjo do Senhor apareceu-lhes, e a glória do Senhor os cercou de resplendor; pelo que se encheram de grande temor”.

 

II CORINTIOS 3: 18 –Mas todos nós, com rosto descoberto, refletindo como um espelho a glória do Senhor, somos transformados de glória em glória na mesma imagem, como pelo Espírito do Senhor”.

 

João 14: 15 a 17 –Se me amardes, guardareis os meus mandamentos.

E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Ajudador, para que fique convosco para sempre.

a saber, o Espírito da verdade, o qual o mundo não pode receber; porque não o vê nem o conhece; mas vós o conheceis, porque ele habita convosco, e estará em vós”.

 

JOÃO 14: 23 –Respondeu-lhe Jesus: Se alguém me amar, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viremos a ele, e faremos nele morada”.

 

João15: 26 –Quando vier o Ajudador, que eu vos enviarei da parte do Pai, o Espírito da verdade, que do Pai procede, esse dará testemunho de mim”.

 

JOÃO  16: 7 – “Todavia, digo-vos a verdade, convém-vos que eu vá; pois se eu não for, o Ajudador não virá a vós; mas, se eu for, vo-lo enviarei”.

 

EFÉSIOS  4: 30 – “E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual fostes selados para o dia da redenção”.

 

TIAGO  4: 5 – “Ou pensais que em vão diz a escritura: O Espírito que ele fez habitar em nós anseia por nós até o ciúme?”

 

I Co 10: 1 e 2: “Ora, irmãos, não quero que ignoreis que nossos pais estiveram todos sob a nuvem, e todos passaram pelo mar, tendo sido todos batizados, assim na nuvem, como no mar, com respeito a Moisés”.

 

Podemos concluir que o Shechiná é o mesmo Espírito Santo que Yeshua nos outorgou logo após a Sua morte. Deus habita, assim, em nossos corações, literalmente. Somos o Seu tabernáculo. Glórias aO Eterno!!! Obrigado Senhor. Maran atah !!!

 

 

 

E o futuro de Israel, após serem todos crentes em Yeshua e cheios do Espírito Santo, será maravilhoso. Leia Joel 2: 28 a 32.

 

 

Um profundo e sincero SHALOM a todos!!!        

 

 

Autor: Sílvio Simões Maia



1 Comentários

  • Coach factory online diz:
    29.10.2014 09:20
    http://coachfactory.loveitornot.com Comentário em análise!
Deixe seu comentário A IGREJA BATISTA DA CONCÓRDIA reserva-se o direito de não publicar comentários ofensivos, palavras indecorosas, links, propagandas e todo o conteúdo que venha a violar a política do site. O seu endereço de e-mail não será publicado.







Igreja Batista da Concórdia
Rua Tamboril, 515 | Concórdia
31110-640 | Belo Horizonte | MG
(31) 3442-3081 | contato@ibconcordia.org