Igreja Batista da Concordia
ISRAEL
PARASHÁ YITRO = JETRO (Abundância)

PARASHÁ YITRO = JETRO (Abundância)

25 de janeiro de 2014 (5774)

 

SHEMOT (Êxodo) Ex 18:1 a 20: 26

 

Resumo da Parashá

· Jetro vai com a esposa de Moisés, Zípora e seus dois filhos Gerson e Eliezer, ao encontro de seu genro, agora o grande líder de Israel.

· Jetro vê o penoso trabalho de Moisés julgando o povo individualmente e ouve seus conselhos de indicar outros juízes para ajudá-lo nesta questão.

· O povo de Israel se acampa nas imediações do Monte Sinai como Moisés havia mandado, inclusive se santificando para um encontro com Seu Deus. Ao ouvirem os mandamentos do Senhor, o povo diz que cumprirá tudo o que Deus lhe ordenar.

· Deus chama Moisés ao monte e lhe transmite os Dez Mandamentos diretamente. 

·                        O povo se estremece com cena que veem e pede a Moisés que seja o intermediário da conversa com O Eterno. 

 

 

Versículos de Destaque

 

Êx 18:15 e 16 -- Respondeu Moisés a seu sogro: É por que o povo vem a mim para consultar a Deus. Quando eles têm alguma questão, vêm a mim; e eu julgo entre um e outro e lhes declaro os estatutos de Deus e as suas leis”.

O interessante é que a maioria dos líderes religiosos atuais, ao invés de fazerem como Moisés, de transmitir os estatutos divinos, dão fórmulas de prosperidade e afins, sem nenhum compromisso com as ordens do Senhor como as de: santidade, compromisso com Sua palavra etc.

 

Êx 18:21 -- “Além disto procurarás dentre todo o povo homens de capacidade, tementes a Deus, homens verazes, que aborreçam a avareza, e os porás sobre eles por chefes de mil, chefes de cem, chefes de cinqüenta e chefes de dez”.

Novamente vemos que hoje se dá justamente o contrário. Os melhores líderes são aqueles que sabem ganhar dinheiro para alguma entidade ou instituição religiosa, ou são grandes animadores de auditório. Lamentável.

 

Êx 19: 5 e 6 -- “Agora, pois, se atentamente ouvirdes a minha voz e guardardes o meu pacto, então sereis a minha possessão peculiar dentre todos os povos, porque minha é toda a terra; e vós sereis para mim reino sacerdotal e nação santa. São estas as palavras que falarás aos filhos de Israel”.

 

A igreja não pode esquecer que primeiramente este título foi dado aos israelitas. Nós, enxertados na verdadeira oliveira através do sangue dO Cordeiro, passamos a fazer parte desta nação sacerdotal também. Mas literalmente, isto ainda vai se cumprir em Israel. Não se esqueçam disto.


Isaías 9: 6 -- “ Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o governo estará sobre os seus ombros; e o seu nome será: Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai Eterno, Príncipe da Paz”.

Eis um versículo que deixa os rabinos de cabelo em pé. Como explicar que UM MENINO poderia vir a ser DEUS FORTE?

 

É impressionante como não conseguem enxergar que em Yeshua HaMashiach ben Yossef ben Daví, isto se cumpriu.

Queridos irmãos judeus, ouçam o que o rabino Kaduri disse acerca da revelação que o próprio Mashiach lhe deu.

Não endureçam o coração como Faraó. Não sofram à toa. Leiam a bíblia e não o deixe apenas para que os rabinos o façam. A palavra dO Eterno já está aberta a todos.

 

 

Aplicação da Parashá e Haftará Is 6: 1 a 7:6 e 9: 5 a 6

e textos do Novo testamento

 

Nesta parashá acontece o início de uma nova dispensação, a da Lei.

Não vamos nos delongar neste assunto por não ser este o nosso foco. Não entraremos em discussão teológica por existirem muitas correntes acerca deste tema. Posteriormente deixaremos indicação de como se ter mais informações a respeito, inclusive meu livro que estará nas livrarias a partir do segundo semestre de 2014: “Parashás” – Yeshua na Torá.

Mas queremos dar apenas uma ideia, muito rapidamente do “por que” da lei.

Os filhos de Jacó, saídos recentemente dum regime de escravidão, uma turba e não uma nação, sem raízes profundas e vívidas de um futuro promissor, apenas tendo vagas lembranças de promessas feitas aos seus antepassados, fragmentados por diversas opiniões acerca de um verdadeiro Deus, necessitavam de algo que fizesse desta turma um povo coeso e nacionalista.

A lei dada ao povo, transmitida através de Moisés, veio a ser este balizador; vamos por assim dizer, trilhos, para que tivessem um mínimo tirocínio do que fosse realmente uma nação que nem mesmo pátria tinha. Uma situação inusitada. Este conjunto de preceitos e mandamentos faria com que começassem a perceber a vontade de Deus para com o homem, e como poderia, novamente, a humanidade a ter contato com O Criador; contato este, perdido há muito tempo por causa dos pecados.

Missão “facilzinha” a de Moisés, não?! Dirigir uma turba, transformar mentes, unir homens em torno de um ideal, dar exemplo, fazer conhecer O Deus verdadeiro, criar ideais, expectativa de um futuro mundial glorioso, ser uma nação sacerdotal para ensinarem outros seus semelhantes, inculcar fé etc., são apenas algumas “tarefinhas” de Moisés, um que também não conhecia nada disto.

Portanto, bem escreveu o apóstolo Paulo aos gálatas: “De modo que a lei se tornou nosso aio, para nos conduzir a Cristo, a fim de que pela fé fôssemos justificados” (Gl 3: 24).

A Lei foi o professor, vamos assim dizer, para que o povo aprendesse o “B_ A_ BÁ”, para atingirmos a maturidade em Yeshua, uma vez que todas as coisas passadas eram sombras daquelas que são eternas (Colossenses 2: 16 e 17), isto é, a morte dO Cordeiro eterno, preparado antes da fundação do mundo (Ap 13: 8). Glórias a ELE!!!

Sabemos também que o fim da lei é Cristo (Rm 10: 4), e o fundamento da salvação sempre foi e sempre será a fé no Deus verdadeiro (Rm 4: 16).

Para a igreja, o apóstolo Paula deixa um versículo, no mínimo, intrigante, qual seja:

Romanos cap. 3, vers. 31, onde lemos: “Anulamos, pois, a lei pela fé? De modo nenhum; antes estabelecemos a lei”. Sendo assim, o crente vive sobre uma nova forma de lei, a lei da fé

(Rm 3: 27).

Na primeira carta de Paulo aos coríntios temos (I Co 14: 21): “Está escrito na lei: Por homens de outras línguas e por lábios de estrangeiros falarei a este povo; e nem assim me ouvirão, diz o Senhor”. (Queiram os judeus conferir com Isaías 28: 11).

 

 

 

E o futuro de Israel, após serem todos crentes em Yeshua e cheios do Espírito Santo, será maravilhoso. Leia Joel 2: 28 a 32.

 

Um profundo e sincero SHALOM a todos!!!        

 

Autor: Sílvio Simões Maia



4 Comentários

  • ???? ??????? ???? diz:
    05.11.2014 04:55
    http://www.france-darts.com/blog/shop.asp?tid=412 Comentário em análise!
  • Cheap Gucci outlet online diz:
    29.10.2014 09:20
    http://guccioutlet.shopperscans.com Comentário em análise!
  • Coach factory diz:
    20.10.2014 03:09
    http://coachoutletonline.gourmetshave.com Comentário em análise!
  • http://raybanoutlet.go2brian.com/ diz:
    17.09.2014 10:36
    http://raybanoutlet.go2brian.com/ Comentário em análise!
Deixe seu comentário A IGREJA BATISTA DA CONCÓRDIA reserva-se o direito de não publicar comentários ofensivos, palavras indecorosas, links, propagandas e todo o conteúdo que venha a violar a política do site. O seu endereço de e-mail não será publicado.







Igreja Batista da Concórdia
Rua Tamboril, 515 | Concórdia
31110-640 | Belo Horizonte | MG
(31) 3442-3081 | contato@ibconcordia.org